O que é ?


logo_canyonO Sítio Aguaraguazu é uma área de reserva de remanescente dos Campos Gerais localizada no município de Tibagi –PR- ( 200 Km de Curitiba ; 44 KM de Castro ) ao lado do Parque Estadual Guartelá ao longo do Canyon do Guartelá. O lugar é propício para pessoas que querem um contato profundo com a natureza, sendo o local um dos remanescentes de Campos Gerais de alto valor biológico.

Também representa uma ótima opção para sair da rotina e do stress das cidades, localizado a apenas duas horas e meia de Curitiba. O sitio de 75 ha está sendo convertido em uma Unidade de Conservação Estadual (RPPN estadual) com o fim de assegurar a conservação ambiental através do ecoturismo.

O local está equipado com uma infra-estrutura para pernoite, com trilhas temáticas e outras atividades lúdicas como caminhadas, banho e mergulho em riacho, entre outras. É possível hospedar grupos de no máximo de 20 pessoas, ideal para grupos familiares, amigos, empresas, etc.

 A Origem do Nome 

 

200px-Maned_Wolf_area

Mapa de Ocorrência do Lobo-Guará

O nome Aguaraguazu remete ao nome em Tupi-Guarani, agoa’rá “pelo de penugem”  Aguara , daí Aguara – Guaçu do Chrysocyon Brachyurus conhecido no Brasil como  Lobo-Guará.

O lobo Guará é o maior canídeo nativo da América do Sul e que frequenta os campos do nosso Sítio, observá-lo na natureza pode vir a ser uma experiência única e rara.  O nome do gênero Chrysocyon deriva do grego e significa ”cão-dourado”.

A sua distribuição geográfica estende-se pelo sul do Brasil, Paraguai, Argentina e Bolívia a leste dos Andes, considerado uma espécie ameaçada. O Brasil abriga o maior número de animais; dos cerca de 25.000 indivíduos da espécie, cerca de 22.000 estão em território brasileiro. Os biomas de sua ocorrência no Brasil são: Cerrado, Pantanal, Campos do Sul, parte da Caatinga e Mata Atlântica.

O lobo-guará mede cerca de 1 metro e 30 no ombro e pesa entre 20 e 25 kg. A sua pelagem característica é avermelhada por todo o corpo, exceto no pescoço, lombo, patas e ponta da cauda que são de cor preta, podendo na ponta da cauda, das orelhas e do papo ser da cor branca. Ao contrário dos lobos, esta espécie não forma alcatéias e tem hábitos solitários, juntando-se apenas em casais durante a época de reprodução.